A IMPORTÂNCIA DO GERENCIAMENTO DE ESTOQUES NO CAPITAL DE GIRO, UM ESTUDO DE CASO

Rinaldo Bezerra Negromonte Filho, Renkel Aladim Araújo, Warney Vasconcelos de Oliveira, Jurandir Soares da Silva

Resumo


Na administração de estoques, é fundamental saber quais produtos trazem viabilidade econômica e financeira e isso, porém, é percebido através das tendências do mercado. O controle de estoque é de suma importância para a empresa, pois se controla os desperdícios, apuram-se valores para fins de análise, bem como, evita o excessivo investimento, o qual prejudica o capital de giro. O mercado de bijouterias a cada dia procura atender as mudanças do ambiente externo. Cada vez mais os clientes buscam novos produtos a fim de satisfazer seus anseios, e para acompanhar essas tendências deve-se atribuir a esse cenário consumista, uma qualidade que garante aos produtos mais durabilidade, e isso indica maior custo. Por questões econômicas, o segmento de bijouterias tende a optar pelo preço mais baixo, mesmo que isso não caracterize um produto durável. A constante procura por esse tipo de produto faz com que os gestores efetuem compras constantemente e em grande volume mantendo assim seus estoques sempre abastecidos. No gerenciamento de estoques é importante perceber que o produto oferecido pelo fornecedor precisa ser viável e oportuno onde às várias técnicas da administração de estoques demonstram qual o nível e o momento certo para a reposição dos estoques. Até que ponto o volume de estoque influencia o capital de giro de uma empresa comercial? A Análise das Demonstrações Contábeis é uma importante ferramenta de gestão que tem auxiliado os administradores no modelo de decisão das empresas comerciais. Através deste estudo foi realizada uma pesquisa com foco no gerenciamento de estoques e sua participação no capital de giro da empresa Feminina Bijouterias, uma empresa de pequeno porte localizada em Natal/RN. A escolha do método referiu-se a um estudo de caso aplicado a uma microempresa comercial. Constatou-se que os estoques possuem participação elevada entre os elementos do ativo circulante. Sob esta perspectiva, surge a importância do controle do capital de giro, o qual é responsável pela operacionalização da empresa. Os estoques são elementos onerosos que possuem uma necessidade de reposição periódica, mas é importante que isto seja feito sob um planejamento baseado na Liquidez da empresa que indicará o momento e o volume necessário para a reposição das mercadorias. Verificou-se que os estoques ficam muito tempo parados até que sejam totalmente vendidos. A finalidade deste estudo foi demonstrar através dos índices, como a situação financeira e econômica da empresa pode ser afetada pela falta de uma boa contabilidade financeira. Baseado nos diversos conceitos da administração financeira recomenda-se a aplicação de um planejamento de compras para que a empresa não venha ter problemas de obsolescência de mercadorias, o qual impacta o ciclo natural do capital de giro.

 

 


Palavras-chave


contabilidade gerencial, capital de giro, estoques

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Copyright EdUnP
E-mail: edunp@unp.br

AV. Senador Salgado Filho, nº1610. Prédio I, 3º andar, Sala 306. Lagoa Nova. Natal/RN. CEP: 59056-000.
Tel.: (84) 3215-1222 Fax: (84) 3215-1251

ibict_small_122