Foco e Escopo

A QUIPUS é um periódico científico semestral de circulação aberta e gratuita, vinculada aos cursos de Pedagogia, Letras, História, Ciências Biológicas, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Cinema, Design Gráfico e Design de Interiores, cujo objetivo é propagar o conhecimento científico e artístico na academia e na sociedade, fomentando a produção da ciência e da arte no âmbito da Educação e da Comunicação Social, contribuindo para o desenvolvimento local, regional e nacional, por meio de textos científicos e produções iconográficas e audiovisuais inéditas, nas linhas de pesquisa:

- Processos de ensino e aprendizagem na educação básica

Estudos que objetivam investigar o ensino e aprendizagem na educação básica, séries finais do ensino fundamental e ensino médio, enfocando a didática do ensino de língua portuguesa e de literaturas de língua portuguesa, bem como a das ciências naturais.

- Educação, formação e direitos humanos

Estudos sobre História da Educação, formação docente e direitos humanos e suas repercussões na educação brasileira, em particular, na norte-rio-grandense, destacando a educação e a formação humana a partir de uma pluralidade de vivências sociais e culturais.

- Comunicação, Ideologia e Processos Históricos

Estudos sobre os processos comunicacionais, a formação dos sentidos por meio da difusão da informação, reflexões sobre a influência dos meios na recepção e na sociedade e os contextos históricos da mídia.

- Complexidade Cultural, Linguagem e Processo de Comunicação

Estudos sobre as linguagens dos meios, a complexidade da cultura na sociedade e a linguagem, estudos da imagem, da semiótica, como também as transformações dos suportes midiáticos por meio das novas tecnologias.


Processo de Avaliação pelos Pares

Os textos são avaliados em duas etapas, segundo os critérios de originalidade, relevância do tema, consistência teórica/metodológica e contribuição para o conhecimento na área.

1 – Realização de uma análise prévia pelo editor da revista para verificar se o texto se enquadra dentro das linhas editoriais da mesma.

2 – Envio do texto para, no mínimo, dois avaliadores que, utilizando o sistema blind review (avaliação cega por pares), procederão à análise. Depois de aprovado, o texto passará por aconselhamento editorial, revisão ortográfica e gramatical. Após a análise do artigo, os autores são notificados sobre a decisão dos avaliadores. O resultado da decisão poderá ser de quatro formas:

a)    Aceito sem revisões (ou mínimas revisões).

b)    Aceito com revisão.

c)     Sugestão de ressubmissão (onde terá um novo parecer).

d)     Rejeitado. Caso dois avaliadores rejeitarem-no, o autor será informado. Se tiver um aceite e uma rejeição, será encaminhado para um terceiro avaliador. Se o aceite for com alterações, os editores avaliarão se as alterações foram efetivadas satisfatoriamente ou se deverá ser revisto pelo (s) avaliador (es).

3 – Caso os revisores apresentem questionamentos, o texto será devolvido para que os autores, através de uma carta resposta, possam pontuar cada item levantado por cada revisor, aceitando ou refutando as sugestões. Em caso de aceitação destas sugestões provenientes do processo revisional do artigo, fica a cargo dos autores a adequação do texto utilizando a ferramenta de revisão do word (ou similar).

Os editores e avaliadores se reservam o direito de propor alterações nos originais, buscando manter a qualidade da publicação. Definições, conceitos, afirmações e opiniões expressados nos textos são de inteira responsabilidade dos autores. Ao submeterem o texto para a Revista Quipus, o (s) autor (es) está (ão) aceitando as normas aqui expressas, bem como na autorização da publicação dos textos.

Periodicidade

Semestral

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Indexadores

Latindex

Normas para Publicação

NORMAS EDITORIAIS

A Revista Quipus, revista científica semestral das escolas de Educação e Comunicação e Artes, da Universidade Potiguar (UnP), publica trabalhos inéditos sob a forma de artigo científico e resumos estendidos (para produção iconográfica e audiovisual). Recebe trabalhos de resultados de pesquisa de doutores, mestres e especialistas (titulação mínima).

As contribuições para a revista serão de fluxo contínuo, não havendo data limite para submissão de artigos, casos e resenhas bibliográficas.

Condições de Submissão

As submissões devem ser feitas por doutores, em autoria única ou em coautoria.

A revista aceita artigos de doutorandos, mestres e mestrandos em parceria com doutores.

Alunos de Pós-Graduação Lato Sensu poderão enviar artigos em parceria com o professor orientador com titulação mínima de mestre.

Todas as pessoas designadas como autores deverão preencher corretamente os requisitos de autoria. Cada um dos autores deve ter participado nos trabalhos de tal modo que possa assumir publicamente a responsabilidade pelo seu conteúdo.

A qualificação como autor deverá ser baseada apenas em contribuições substantivas para:

• A concepção e o delineamento ou a análise e interpretação dos dados;

• A redação do artigo ou a sua revisão crítica no respeitante a conteúdos conceituais importantes; e a aprovação final da versão a publicar.

ENVIO DO TERMO DE AUTORIZAÇÃO DE REPRODUÇÃO/PUBLICAÇÃO DE OBRA E CESSÃO DE DIREITOS PATRIMONIAIS

O(s) autor(es) está (ão) ciente (s) da obrigatoriedade do envio do documento, devidamente preenchido e assinado pelo (s) autor (es) e por uma testemunha. O termo deve ser encaminhado em PDF, no ambiente de transferência de documentos suplementares (Passo 4 no processo de submissão no repositório científico). OBS: Apesar do texto explicativo referente ao passo 4 indicar que o processo é opcional, para o envio do Termo de Autorização de Reprodução/Publicação de Obra e Cessão de Direitos Patrimoniais o procedimento se torna obrigatório. Portanto, o passo 4 é opcional no processo de submissão apenas para documentos suplementares que funcionam como um apêndice ao manuscrito, com o objetivo de auxiliar na compreensão e avaliação da submissão.

O Termo de Autorização de Reprodução/Publicação de Obra e Cessão de Direitos Patrimoniais encontra-se disponível na barra de navegação (menu superior da página do repositório científico da UnP).

SUBMISSÃO DE ARTIGOS E RESUMOS ESTENDIDOS

Devem ser submetidos por meio de repositório científico da UnP pelo endereço https://repositorio.unp.br ou https://repositorio.unp.br/index.php/quipus. Para isso, o(s) autor (res) deve (m) se cadastrar na revista e seguir os 5 passos da submissão. Os artigos científicos não devem conter o nome do (s) autor (es) e co-autor (es), o breve currículo com a respectiva titulação acadêmica, instituições de vínculo e endereço eletrônico. Essas informações serão inseridas apenas no sistema do repositório científico UnP, em virtude da avaliação adotar o sistema blind review (avaliação cega por pares).

DIREITOS AUTORAIS E PATRIMONIAIS

Não haverá pagamento a título de direitos autorais ou qualquer outra remuneração em espécie pela publicação de trabalhos na Revista. O(s) autor(es) cede(m) total, definitiva, exclusiva, irretratável e irrevogavelmente os direitos patrimoniais do texto/obra aceito para publicação na Revista Quipus à APEC – Sociedade Potiguar de Educação e Cultura Ltda., inscrita no CNPJ/MF sob o nº 08.480.071/0001-40, com sede social na Avenida Floriano Peixoto, 295, Petrópolis, CEP 59.072-520, Natal/RN, mantenedora da Universidade Potiguar – UnP, assim como à Rede Internacional de Universidades Laureate Ltda., e respectivas afiliadas, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 07.728.655/0001-20, com sede na cidade de São Paulo/SP, na Rua Bela Cintra, 1.200,0 Conjuntos 51,52, 53 e 54, 5ª andar, Consolação, CEP 01415-001, conferindo-lhes o direito de reprodução, a partir da referida Revista, e em quaisquer de suas edições, no Repositório Científico da Universidade Potiguar - UnP ou em quaisquer outras plataformas, base de dados e/ou meios de divulgação/disseminação do conteúdo, existentes ou que venham a ser inventados, nacionais ou estrangeiros, a título gratuito ou oneroso, nos quais venha a Revista a ser disponibilizada, cabendo-lhes, para tanto, as faculdades de edição, adaptação, revisão, publicação, transmissão ou retransmissão, comunicação ao público e distribuição, impressa e ou digitalmente, e licença ou relicenciamento, podendo, ainda, ceder e ou substabelecer, com ou sem reservas, e a que título for, os direitos ora cedidos, sem prejuízos de eventuais outras outorgas.

Ao submeterem seus textos, o (s) autor (es) concede (m) a todos os usuários do Repositório Científico da Universidade Potiguar o acesso livre a sua obra.

O email para contato é  edunp@unp.br.  Esse endereço não é o endereço de submissão de textos para a revista. Os artigos devem ser submetidos pelo Repositório Científico da UnP, na seção da Revista Quipus (https://repositorio.unp.br/index.php/quipus).

Os textos selecionados e publicados na Revista serão disponibilizados no Repositório Científico da Universidade Potiguar, no endereço http://www.repositorio.unp.br e https://repositorio.unp.br/index.php/quipus dando acesso ao texto publicado para a comunidade acadêmica interna e externa em meio digital. O mesmo acontecerá com a produção iconográfica.

NORMAS TÉCNICAS

Os artigos e resumos estendidos devem ser inéditos, de responsabilidade de seus autores, e enviados conforme normas estabelecidas pela Revista.

Os artigos e resumos estendidos devem estar de acordo com as normas técnicas da ABNT, quais sejam, NBR 10520, NBR 6022, NBR 6023, NBR 6024, NBR 6027, NBR 6028. O item 4 desse documento apresenta algumas recomendações para orientar a formatação.

Os artigos e resumos estendidos que não se ativerem a estas Normas serão encaminhados a seus autores que poderão reenviá-los, desde que efetuadas as modificações necessárias.

Serão publicados 10 textos por edição (artigos-resumos estendidos). O número de páginas deve ter o mínimo de 10 (dez) e o máximo de 20 (vinte) páginas para os artigos e o resumo estendido, que acompanha a produção iconográfica ou audiovisual, deve estar entre 2 (duas) e 4 (quatro) páginas.

2 Artigos

Devem ser apresentados observando-se as seguintes características técnicas:

2.1 Os textos devem ser entregues via e-mail e configurados para papel A4, observando as seguintes indicações:

-        margens esquerda e superior, 3 cm; direita e inferior, 2 cm;

-        os parágrafos devem ser justificados;

-        recuo da primeira linha em 2 cm da margem esquerda;

-        espaçamento um e meio (1,5 linha) entre linhas, exceto nas notas de fim;

-        a fonte a ser utilizada é a Arial, tamanho 12, exceto nas notas de fim (Arial, 10).

2.2 A estrutura dos textos deve obedecer às normas da ABNT e conter os seguintes elementos:

2.2.1 Elementos Pré-textuais (nesta ordem):

- Título e subtítulo (se houver), separados por dois pontos;

– Resumo na língua do texto: apresentação concisa dos pontos relevantes do texto, fornecendo elementos que permitam o leitor obter conhecimento prévio sobre o assunto a ser abordado;

O Resumo deve conter de 100 a 250 palavras, em seqüência de frases concisas e objetivas e não uma simples enumeração de tópicos. O espaçamento entre linhas é simples;

- Palavras-chave: Palavras simples ou compostas que, além do título, identificam os assuntos tratados separadas por ponto e finalizadas por ponto. O número máximo de palavras-chave são 5 (cinco).

2.2.2 Elementos textuais:

- Introdução: delimitação do assunto tratado e objetivos da pesquisa;

- Desenvolvimento: explanação ordenada e pormenorizada do assunto tratado;

- Conclusão: conclusões correspondentes aos objetivos e hipóteses.

2.2.3 Elementos pós-textuais (nesta ordem):

- Em língua estrangeira: título e subtítulo (se houver), separados por dois pontos;

- Em língua estrangeira: versão do resumo na língua do texto, seguido das palavras-chave, em inglês e/ou espanhol (ABSTRACT e KEYWORDS, no inglês; e RESUMEN e PALABRAS-CLAVE, no espanhol);

- Notas explicativas: em fonte Arial 10, letra menor do que a usada no texto;

- Referências das obras consultadas no trabalho em fonte Arial 12; alinhados a esquerda e com espaçamento simples entre linhas.

2 Resumos estendidos (para produção iconográfica e audiovisual)

Devem ser apresentados observando-se as seguintes características técnicas:

2.1 Os textos devem ser entregues via e-mail e configurados para papel A4, observando as seguintes indicações:

-        margens esquerda e superior, 3 cm; direita e inferior,  cm;

-        os parágrafos devem ser justificados;

-        recuo da primeira linha em 2 cm da margem esquerda;

-        espaçamento um e meio (1,5 linha) entre linhas, exceto nas notas de fim;

-        a fonte a ser utilizada é a Arial, tamanho 12, exceto nas notas de fim (Arial, 10).

2.2 A estrutura dos textos deve obedecer às normas da ABNT e conter os seguintes elementos:

- Título do trabalho;

- Nome do (s) autor (es), acompanhado de breve currículo, com a respectiva titulação acadêmica e endereço eletrônico;

- Miniresumo para metadados de busca: No mínimo 100 e no máximo 200 palavras;

- Introdução: Descrever uma visão geral sobre o tema com definição dos objetivos do trabalho e relevância da pesquisa;

- Metodologia ou Quadro Teórico;

- Resultados ou Desenvolvimento;

-Conclusão: Descrever com base nos resultados ou desenvolvimento, relacionando-os aos objetivos da pesquisa;

- Referências;

- Palavras-chave: 3 (três) a 5 (cinco).

3 Produção iconográfica e audiovisual

Deve ser apresentado observando-se as seguintes características técnicas:

3.1 A produção iconográfica (ilustrações, fotos e imagens), deve ser na formatação JPG (entre 72 e 150 DPIs, no máximo, em RGB). Os desenhos, gráficos ou tabelas devem ser no formato GIF (entre 72 e 150 DPIs, no máximo, em RGB), incluindo os créditos e suas respectivas fontes, de acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

3.2 As produções artísticas audiovisuais como, por exemplo, vídeos, animações ou outras, serão publicadas por meio de links onde o conteúdo das mesmas encontra-se hospedado. Devem estar nos formatos AVI, MOV, WMV, MP4. É de responsabilidade do(s) autor(es) a hospedagem da produção audiovisual em sites de compartilhamento, bem como a divulgação do endereço eletrônico de acesso ao resumo estendido.

3.3 Produções artísticas visuais como fotografias, pinturas, gravuras, colagens, entre outras, deverão estar digitalizadas, com resolução entre 72 e 150 DPIs, no máximo, em RGB.

3.4. Produções em áudio devem ser no formato MP3.

3.5 Produções audiovisuais devem estar inseridas em sites de compartilhamento de vídeos, sendo necessário apenas divulgar o endereço para acesso.

3.6 O resumo estendido deve seguir as normas descritas no item 2.

4 Orientações da ABNT

4.1 Da numeração progressiva: A numeração progressiva deve ser adotada para sistematizar o conteúdo do trabalho nas seções do texto. Após a numeração da seção, usa-se apenas 1(um) espaço de caractere, conforme orienta a norma da ABNT (NBR 6024).

Divisão

Exemplo

Seção Primária

1 CAIXA ALTA E NEGRITO

Seção Secundária

1.1 CAIXA ALTA E SEM NEGRITO

Seção Terciária

1.1.1 Caixa baixa e com negrito

Seção Quaternária

1.1.1.1 Caixa baixa e sem negrito

Seção Quinária

1.1.1.1.1 Caixa baixa e com grifo

Após a seção quinária recomenda-se não subdividir mais e adotar o uso de alíneas: a).... b)...

a) alínea

4.2 Das citações: As citações podem ser diretas e indiretas e deverão ser feitas de acordo com a norma da ABNT (NBR 10520) da seguinte forma:

4.2.1 Citação direta no texto:

- Citações de até três linhas, devem estar inseridas no corpo do texto e contidas entre aspas duplas.

Ex.:"Dizer que os homens são pessoas e, como pessoas, são livres, e nada concretamente fazer para que esta afirmação se objetive, é uma farsa” (FREIRE, 2005, p.40).

- Citações de mais de três linhas devem ser destacadas com recuo de 4 cm da margem esquerda com letra menor que a do texto (Arial 10), espaço simples entre linhas e sem aspas.

Ex.:

Ao longo da história, a educação e a profissionalização femininas têm sido sempre relegadas a um plano secundário; Muitas vezes também são objeto de distorções do ponto de vista dos homens e até das próprias mulheres que, por força das imposições culturais, assimilavam valores masculinos e aceitam ser confinadas à reprodução biológica e às esferas privadas sem questionar esse papéis. (ALMEIDA, 1998, p.23).

Para enfatizar trechos da citação, deve-se destacá-los indicando esta alteração com a expressão “grifo nosso” entre parênteses após a chamada da citação ou “grifo do autor”, caso o destaque já faça parte da obra consultada.

As citações devem vir acompanhadas das referidas fontes, ano de publicação e paginação, respectivamente, respeitando os direitos autorais do autor.

4.2.2 Citação indireta no texto: São transcrições ou reproduções da idéia do texto original sendo transcritas com outras palavras. Nesta citação é importante a indicação de autoria, porém não necessita das aspas e a paginação é um elemento opcional.

Ex.: Segundo Freire (2005), todo ser se transforma ou se desenvolve dentro de si mesmo, nas relações de suas contradições.

4.2.3 Citação com reticências: é usada quando houver omissão de parte do texto transcrito no início, no meio ou final da citação, usa-se a reticência entre colchetes.

- Com omissão no início da citação:

Ex.: “[...] uma família dominava o sistema postal europeu, a Tassis ou Taxis ( o termo “táxi”, atualmente de uso internacional, é derivado do seu nome). Foi essa família, dona dos correios dos imperadores Habsburgo a partir de 1490, que desenvolveu o sistema usual, operando de acordo com uma tabela fixa”. (BRIGGS ; BURKE,2006, p.33).

- Com omissão no final da citação:

Ex.: “A tarefa de administrar a visibilidade dos líderes políticos através da mídia assumiu uma importância ainda maior. Há algumas semelhanças com os tipos de estratégias empregadas pelos governantes como Luís XIV, mas as condições sociopolíticas da administração da visibilidade neste século XX já são  bem diferentes das que prevaleceram nos inícios do século XIX  [...]”. (BRIGGS ; BURKE,2006, p.123).

- Com omissão no meio da citação:

Ex.:

[...] tentar fazer o futuro acontecer é arriscado; mas é uma atividade racional. E é menos arriscado do que continuar a trajetória com a confortável convicção de que nada vai mudar [...]. O propósito da tarefa de construir o futuro não é decidir o que deve ser feito amanhã, mas o que deve ser feito hoje, para que haja um amanhã [...]. Impor ao futuro, que ainda não nasceu, uma nova idéia que tenda a dar uma direção e um formato ao que está por vir. Isso poderia ser chamado de fazer o futuro acontecer. (FARIAS, 2005, p. 147).

A citação de citação deve ser evitada, já que a obra original não foi consultada e há risco de falsa interpretação e incorreções.

Indica-se uma citação de citação pelas expressões "apud" ou "citado por".

Deve ser indicada obedecendo à seguinte ordem: sobrenome do autor do documento original, seguida da expressão "apud" ou "citado por", e sobrenome do autor da obra consultada e da data. Na lista de referências bibliográficas, deve-se colocar somente a obra consultada.

Ex.: [...] reconhecendo a contribuição do profissional a partir da análise de uma série de dimensões e motivações que o impele a esforçar-se mentalmente e fisicamente e a alocar seus esforços de uma maneira que sirva aos interesses da organização (MILGROM; ROBERTS apud HIPOLITO, 2001, p. 26).

4.3 Das Ilustrações: São consideradas ilustrações os gráficos, desenhos, mapas, fotografias, lâminas usadas para enriquecer o texto. Devem ser citadas integrando-se ao texto. As ilustrações devem seguir os seguintes passos:

- A legenda deve ser clara, breve e objetiva, com ponto final. Deve ficar sem negrito, precedida da palavra figura numerada consecutivamente, com algarismos arábicos, em negrito e na ordem de sua ocorrência no texto;

- Os textos de legenda podem ser justificados, alinhados à esquerda ou à direita, e posicionados ao lado ou abaixo da figura;

- As figuras já publicadas devem conter a fonte de onde foram extraídas, localizada abaixo da legenda e grafada em fonte menor que a do texto e com espaçamento simples entre linhas.

4.4 Das tabelas: Para a elaboração das tabelas, deve-se seguir as Normas de Apresentação Tabular do IBGE e obedecer os seguintes passos:

- A palavra “Tabela” deve vir na parte superior da mesma, seguida do número de ordem (em algarismos arábicos) de acordo com a ocorrência da mesma no texto e o título que explique seu conteúdo. A fonte de onde foi extraída deve ser colocada logo abaixo da tabela. Sua localização deve ser a mais próxima do texto, ou conforme a apresentação gráfica do trabalho. A fonte deve ser menor que a do texto e o espaçamento entre linha simples;

- Devem ser citados no texto em ordem seqüencial e suas citações devem vir entre parênteses ou integrada ao texto;

- Não se deve usar traços horizontais e verticais no corpo da tabela e nem fechar as laterais.

4.5 Das referências e notas com indicação da fonte de pesquisa: devem incluir apenas as referências mencionadas no texto e em tabelas e ilustrações. Devem aparecer em ordem alfabética e seguindo as normas estabelecidas pela NBR 6023 da ABNT. Segundo a norma, as referências são alinhadas à margem esquerda da página com espaçamento simples entre linhas e separadas entre si por espaço duplo.

Segue alguns exemplos de referências:

  • Livro de um ou dois autores:

TRAVAGLIA, Luiz C. Gramática e interação: uma proposta para o ensino de gramática. 12 ed. São Paulo: Cortez, 2008.

LIBERATO, Yara ; FULGÊNCIO, Lúcia. Um modelo de descrição da leitura. In: É possível facilitar a leitura: um guia para escrever claro. São Paulo: Contexto, 2007.

  • Com mais de três autores:

KAHN, T. et al. O dia a dia nas escolas. São Paulo: Instituto Latino-Americano das Nações Unidas para a Prevenção do Delito e Tratamento do Delinqüente; Instituto Sou da Paz, 1999.

  • Revista científica:

MÉNDEZE, G. Origem, sentido e futuro dos direitos humanos: reflexões para uma nova agenda, Revista SUR: Revista Internacional de Direitos Humanos, São Paulo, V. 1, n.1, p. 12, 2004.

  • Monografia, Tese e Dissertação:

NUNES, Affonso Henrique da Silva Real. A educação informal para o consumo infantil e juvenil na televisão e na mídia, 2011. 225 fls. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Natal, 2011.

  • Trabalhos apresentados em congressos:

CARVALHO, A. M. S.; PONTES, R. B. Leitura como expressão de aprendizagem para a vida: ações docentes. In: XIV CONGRESSO DE LEITURA DO BRASIL, 2003, Campinas, Anais... p. 250-251.

  • Em meio eletrônico:

FONSECA, A. M. E. O discurso das mudanças e a comunicação organizacional. In: XXV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, Salvador/BA:2002. Disponível em: <http://www.portal-rp.com.br/bibliotecavirtual/culturaorganizacional/0168.pdf>. Acesso em: 19 nov. 2004, 01:26:10.

RECOMENDAÇÕES

Solicitamos que o (s) autor (res) faça (m) uma verificação quanto às normas solicitadas, verifique (m) se todos os autores citados constam na lista de referências ao fim do trabalho e zele (m) para que seja encaminhado o Termo de Autorização de Reprodução/Publicação de Obra e Cessão de Direitos Patrimoniais.