Avaliação do grau do fibro edema gelóide utilizando um sensor de infravermelho / Assessment of the degree of fiber edema gelloid using an infrared sensor

Rodrigo Marcel Valentim da Silva, Maria Luiza Viana da Silva Ramos Ramos, Monick Aby Faraj Linhares, Ana Selma de Sousa Carvalho, Alline de Lourdes Souto de Moura Silva, Patrícia Froes Meyer

Resumo


Introdução: O FEG pode ser diagnosticado pelo PAFEG (Protocolo de avaliação do Fibro Edema Gelóide) e o sensor de infravermelho, que avalia o grau dessa alteração. Objetivo: Investigar a relação aos graus da celulite, com o sensor de infravermelho (Celluscan®) além de comparar os resultados obtidos neste tipo de avaliação com os resultados do PAFEG e da análise por fotogrametria. Materiais e métodos: Trata-se de um estudo observacional, descritivo, transversal, realizado com 40 mulheres, com idade entre 20-40 anos, que apresentavam FEG de grau II, III ou IV, a partir da avaliação pelo PAFEG, sensor infravermelho e a foto. Foi realizado o teste do Qui-Quadrado de Pearson (X2), adotando-se um nível de significância de 5% (p<0,05). Resultados: Quanto à avaliação do grau do FEG, observou-se associação entre os três recursos (PAFEG x Celluscan® - 0=0,001; PAFEG x fotogrametria – p=0,011; Fotogrametria x Celluscan® - p=0,002. Conclusão: Pode-se concluir que o Celluscan® é um método válido para avaliação do grau de FEG e que pode ser associado a outras técnicas de análise.


Palavras-chave


Estética. Avaliação. Edema. Modalidades de Fisioterapia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Copyright APEC e Rede Internacional de Universidades Laureate

E-mail: edunp@unp.br

AV. Senador Salgado Filho, nº1610. Prédio I, 3º andar, Sala 306. Lagoa Nova. Natal/RN. CEP: 59056-000.
Tel.: (84) 3215-1222